• DUO ESCALERAS (Poesia)

Guilherme Carvalho da Silva nasceu em Brasília, Distrito Federal, em 1982 e viveu a maior parte de sua vida em Ceilândia, cidade-satélite do retângulo central. Formado em Geografia pela Universidade de Brasília, é mestre na mesma área com dissertação sobre o ciberespaço e os reflexos dos usos das tecnologias de informação e comunicação na sociedade contemporânea. Escreve poesia desde os 13 anos. Disponível em: www.poesificando.com.



Do leite sem lactose à terra que arde em febre, das selfies às ressacas, da magia existente na periferia às ostentações profanando caixas eletrônicos, vemos nos versos apresentados aqui os perigos e as possibilidades dos caminhos que percorremos ao longo da vida.
Retrocessos e tecnologias são poesificados neste livro que nos leva à reflexão da realidade irreal a que todos nós nos submetemos nos dias atuais.
Uma obra em que o verbo se traveste de substantivo conciliando a essência do ser e a atitude no existir, nos convidando ao reconhecimento do novo aconchegado no antigo, onde chegamos e até onde podemos ir.
Tudo ia e tudo vai, o que fica dentro da gente e o que sai?
 
Janine Carvalho da Silva



DETALHES DO LIVRO

Origem: NACIONAL

Edição: 1

Ano: 2018

Assunto: Literatura Nacional (Poesia)

Idioma: PORTUGUÊS

País de Produção: BRASIL

ISBN: 978-859421307-5

Encadernação: BROCHURA

Altura: 21,00 cm

Largura: 14,00 cm

Nº de Páginas: 96





Amanda K. nasceu em fevereiro de 1985 na cidade de Cajazeiras/PB. É advogada e foi vencedora do Concurso Nacional de Contos e Poesia que marcou os 60 anos do Correio das Artes, na categoria contos com a obra Cogumelos nascem no telhadoVinis descascando pelas bordas é seu livro de estreia na poesia e foi escrito no período de 2014 a 2018.

 

 

Uma fisgada, um pedaço de nuvem passando rápido e deixando gosto de serenidade, um sorriso que sai sem perceber. Tudo assim, misturado, em doses rápidas de ternura. Assim é Amanda e sua poesia. Deslizando suave na nossa imaginação, sedenta de dias melhores, em meio a dias sombrios, descambando para dias que seguem furando o destino para caber no tempo da delicadeza.
 
Haja luz, ela disse. E se tornou poesia.
 
Vinis descascando pela borda já nos prende no próprio título, já nos seduz a puxar uma cadeira de balanço e olhar a lua dentro de nós, refletindo sobre o que vem pela frente. A cada poema, uma dose forte de gin com tônica pra ajudar a digerir cada verso que penetra silenciosamente um sentido. Quanta sabedoria cabe num poema? Será ela ou serei eu no balanço daqueles dias desenhados ali? Eu só sei que sua leitura vem fundo e pisa firme no terreno das saudades.
 
Uma poesia que já se prenunciava em sua prosa, desenhando de forma certeira um rumo de palavras bem construídas e cheias de simbologia. Na verdade, uma confusão de simbologias, um emaranhado de sentimentos que seguem um redemoinho de anseios íntimos, mas que vai pulverizando algo em nós.
 
Então seguimos assim, nessa leitura de leve, de coração, saboreando devagarinho essa coleção de delicadezas.
 
Esse livro é um pedaço bom de doce que não sacia, a gente espera mais. Cadê? Mal estreou e eu já quero outro e mais outro. Cuida.
 
Veruza Guedes

 

DETALHES DO LIVRO

Origem: NACIONAL
Edição: 1
Ano: 2018
Assunto: Literatura Nacional (Poesia)
Idioma: PORTUGUÊS
País de Produção: BRASIL
ISBN: 978-859421308-2
Encadernação: BROCHURA
Altura: 21,00 cm
Largura: 14,00 cm
Nº de Páginas: 80




* 3 combos em estoque *

* Use o cupom 3333 para frete grátis *


DUO ESCALERAS (Poesia)

  • Modelo: Poesia
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$ 66,00