• Desaguamentos de cunhã, de Dayane Ferreira

Dayane Ferreira é de Belém do Pará, atriz em constante formação, performer e arriscadora de movimentos de dança onde lhe possibilite investigar a liberdade no corpo e no ser. É adoradora de fotografia, das matas, de animais e de um monte de gente que faz cinema, sonha em fazer filmes, estando atrás e na frente das câmeras. Publicou o zine Abismo Líquido (2015), em produção independente. Escreve por ser o melhor  jeito de apertar e afrouxar os parafusos de si e do mundo, e isso é muito sério. Ultimamente inventou de atravessar costuras e acariciar pinturas em aquarelas, e espera que essa bio tenha feito alguém sorrir.

 

  

 Este livro apresenta, de início, uma grande pertinência e comunhão entre o seu título e os poemas que ele contém.
A palavra “desaguamentos” é uma tradução semântica e sintetizada da fluência caudalosa de sua fala, de seu discurso poético que, muitas vezes, se assemelha à um jorro, ao fluir contínuo de uma correnteza que deságua – como um rio no mar – no espaço amplo de recepção, infusão e absorção do leitor.
A palavra “cunhã”, que complementa o título, revela sua proximidade de pertencimento e identidade com uma região essencialmente fluvial, espaço real e imaginário de onde brota a sua escrita, criando uma reação harmônica e integral entre as duas palavras, como uma pedra dentro do leito de um rio.
Há de se salientar, que este jorro, esta caudalosidade, este desaguamento como o próprio título revela, não se refere a um fluxo contínuo do inconsciente, como na escrita automática surrealista. Nota-se neste fluxo uma atenção à forma da linguagem, um exercício de construção verbal que se expressa numa espécie de mênstruo-rio, que abarca não só o feminino, mas também o que existe em todos nós de animal e humano.
É claro que, há o que evoluir, talvez enxugar, enfim, percorrer um caminho às vezes fluido, às vezes pedregoso, que o terreno da poesia exige. Mas trata-se de uma autora que surge como uma boa promessa em nossa terra e em nossas águas.
 
 
                                                           Antônio Moura

 

DETALHES DO LIVRO

Origem: NACIONAL
Edição: 1
Ano: 2018
Assunto: Literatura Nacional (Poesia)
Idioma: PORTUGUÊS
País de Produção: BRASIL
ISBN: 978-859421309-9
Encadernação: BROCHURA
Altura: 21,00 cm
Largura: 14,00 cm
Nº de Páginas: 104

Desaguamentos de cunhã, de Dayane Ferreira

  • Modelo: Poesia
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$ 40,00


Etiquetas: Poesia